sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Óleo de Copaíba - suas propriedades e utilização


Há registros de que a copaíba já era utilizada em nosso país antes de ele ser colonizado pelos portugueses, quando os indígenas, ao perceberem que os animais se esfregavam ao tronco da copaibeira quando tinham algum ferimento, notaram que a árvore devia ter propriedades medicinais e passaram a experimentá-la em seus próprios corpos, confirmando seus efeitos.

A princípio era utilizada para tratar doenças de pele e picadas de insetos, depois, foram sendo descobertas outras aplicações, e passou a ser usada para curar ferimentos diversos.

A copaíba possui vários componentes com atividade farmacológica comprovada, como o beta-cariofileno, um antiinflamatório que atua sobre a mucosa gástrica, aliviando azias, curando úlceras e gastrite. Seu poder antiinflamatório é tão grande que, ao ser comparada ao Diclofenaco de sódio, que é um medicamento utilizado com eficiência para esse fim, seu efeito foi duas vezes mais eficiente. Isto porque, com uma dose menor, a equivalência terapêutica foi a mesma.

Além de muito útil nas inflamações e infecções, devido à sua ação cicatrizante, a copaíba também tem ação expectorante e antimicrobiana, indicada para diversas doenças e incômodos: feridas, furúnculos, eczemas, urticárias, seborreias, afecções de garganta, gripe, tosse, disenteria, corrimentos ginecológicos, incontinência urinária, entre muitas outras.


Nenhum comentário:

Postar um comentário