quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Liberte-se de crenças limitantes * Barra de Access


O primeiro passo para ver-se livre de crenças limitantes, de padrões negativos de pensamento e maus hábitos, é reconhecendo-os em sua vida. Se quiser liberar a sua mente para o novo, deve, de fato, agir com o propósito de mudar e buscar as ferramentas certas para isso.

Crença limitante é um ponto de vista particular que, muitas vezes, encaramos como uma regra geral e que nos impede de analisarmos a vida sob outras perspectivas, sem preconceitos. São criadas a partir de experiências de vida, culturas e dogmas, que limitam a forma de pensar e agir e tolhem a liberdade das pessoas sentirem-se livres e seguirem o seu propósito.

Exemplos de crenças e seus contrastes:
Eu não mereço ser feliz (Autopunição e vitimização – todos merecem e podem ser felizes).

Não sou aceito (Autopunição e vitimização – Aceitar-se em sua individualidade é o primeiro passo. Não queira moldar-se à sociedade ou a alguém para ser aceito).

Só problemas na minha vida (Já pensou nas soluções? Mude o foco e pense em oportunidades de melhoria e soluções).

Isso é difícil (Disposição para fazer e treino tornam fácil aquilo que supostamente era difícil).

Não vá por esse caminho, pois é um mau caminho (Limitação). Pode ser um bom caminho para a pessoa que se dispõe a trilhá-lo bem.
Primeiro ganhe dinheiro, depois vá fazer o que gosta (Você pode ganhar dinheiro fazendo o que gosta quando há amor e dedicação).

As pessoas são más (Generalização). Há 7,6 bilhões de pessoas no mundo. Quantas você conhece bem?

Esse mundo está perdido e não vai melhorar (Há pessoas dispostas a fazer do mundo um lugar melhor, começando a mudar a si mesmas e a forma de pensarem. Faça o mesmo e dê exemplo).

Entrou para a política, se contaminou (Há pessoas na política fazendo o seu melhor para o bem da sociedade).

Os(as) homens/mulheres não prestam (Trauma e rejeição). Há pessoas maravilhosas no mundo. Não impeça a si mesmo(a) de conhecê-las).

Homossexualidade não é natural, ou de Deus (Crença cultural/dogmática em declínio. O amor é divino. Por que a demonstração de amor incomoda tanto você? Quando não exercemos em plenitude a felicidade e o amor em nossa vida, muitas vezes rejeitamos a felicidade e o amor presente nos outros).

Vou chamar o bicho-papão para te pegar (Mentira e intimidação). Cria trauma, medo e desconfiança, bloqueando a criança de ser ela mesma e de seguir seu próprio caminho na vida).

Sempre foi assim (Hábito e zona de conforto). Você pode expandir sua mente e usar a criatividade para fazer de maneira melhor, mais eficiente).

Mas o fulano falou (Pessoas possuem pontos de vistas diferentes). Permita-se sempre refletir e ter a sua própria opinião).

Estou envelhecendo (Padrão de pensamento negativo). Há pessoas preferindo ficar mais experientes e sábias para aproveitarem melhor a vida, escolhendo serem felizes, estabelecendo hábitos de vida saudáveis).

Essas são apenas algumas das muitas crenças que podem limitar nossa forma de pensar, criar e agir. Faça um exercício de Autoconhecimento, utilizando um papel e uma caneta, ou o próprio computador. Liste as suas próprias crenças. Escreva as afirmações que você aplica no seu dia a dia, pensamentos limitantes, negativos, dogmáticos e maus hábitos e reflita a respeito da veracidade deles. Quando seus padrões limitantes são descobertos, são mais fáceis de serem resignificados.

Nas conversas do cotidiano, é comum o julgamento do todo pela amostra, ou seja, generalizamos em nosso julgamento com base no nosso pequeno e limitado contexto de vida. Tecemos opiniões negativas e depreciativas por não nos permitirmos olhar o mundo sob uma ótica nova, sob a ótica do outro. Qualquer cenário é possível, e não apenas um único cenário (o nosso).

Só porque algo não deu certo antes, não significa que não dará certo desta vez. Se em seu contexto de vida uma determinada experiência teve um resultado, outra pessoa poderá experienciar novos resultados. Devemos sempre nos permitir realizar experiências.

Pontos de vista são relativos. Conselhos são importantes, mas, não ser influenciado por eles, permitindo você tomar as próprias decisões é fundamental para Viver Feliz.

O atual contexto mundial difere em muito dos costumes e tradições que determinavam a forma de viver e agir das pessoas, moldando e controlando a sociedade. Estabelecer regras é importante para uma sociedade se organizar, mas, a regras devem possibilitar novas e melhores formas de viabilizar o progresso, a prosperidade, e a abundância pessoal e social.

O mundo está mudando e cada vez mais pessoas querem eliminar os bloqueios mentais que as impedem de serem elas mesmas, de viverem uma vida leve e de acreditarem plenamente que podem conseguir isso, sem a influência limitante de outras pessoas.


A técnica Barras de Access, é a ferramenta utilizada para desbloquear as áreas da mente onde estão armazenadas as informações de traumas, crenças limitantes e pensamentos negativos sobre alegria, sexualidade, prosperidade, realização pessoal, paz, criatividade, dentre outros.

Tudo ocorre a partir de estímulos em pontos de Energia da cabeça, que trabalham a polaridade da Energia, que representa as crenças e a libera.

Os benefícios se estendem a todo o contexto de vida, seja vida pessoal, trabalho, relacionamentos… Logo na primeira sessão de Barras de Access, o processo se inicia e a mente começa a liberar padrões limitantes acumulados.

Quanto mais se estimulam os pontos, mais resultados são atingidos, pois trata-se de uma desconstrução de padrões estabelecidos desde a sua infância para a reconstrução de novos padrões, com frases de empoderamento que usamos.

Permita-se algumas sessões e perceberá como é possível estabelecer mais facilmente novos pensamentos, positivos e libertadores, ajudando você a viver o restante da sua vida de maneira muito melhor, pois sua mente estará limpa para construir uma nova história.

Faça perguntas em sua mente sem querer obter de pronto uma resposta condicionada. Apenas faça e deixe o seu inconsciente trazer as informações no dia a dia. Não racionalize as respostas. Sinta-as. Deixe que elas venham naturalmente.

Como a vida pode melhorar?
Quais coisas me fazem feliz?
Como posso ser feliz e próspero fazendo o que gosto?

Faça também afirmações para reprogramar a sua mente e estabelecer novos padrões de pensamento.

Minha vida pode melhorar.
Eu priorizo a minha felicidade.
Posso ser feliz e próspero fazendo o que gosto.

E você pode. Não permita que te digam o contrário. Seja você e seja feliz. É possível ter uma vida plena, bela e agradável quando nos predispomos a vivê-la. Viva as suas experiências e permita que os outros vivam as deles, com respeito mútuo às opiniões que, ao final, não deixarão de ser apenas pontos de vista de distintos contextos de vida.

Amor, Luz e Paz

Nenhum comentário:

Postar um comentário